Close

5 de abril de 2019

CMA vai debater o Cadastro Ambiental Rural e a preservação ambiental

Da Redação | 04/04/2019, 12h13 (Fonte: Agência Senado)

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou requerimento para debater os dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a preservação ambiental. Segundo o autor, senador Márcio Bittar (MDB-AC), os números do CAR vêm demonstrando que o produtor rural é o maior agente de proteção ambiental do país e, mesmo assim, a atividade agropecuária ainda é demonizada por grupos ambientalistas.

Bittar convidou para o debate Evaristo de Miranda, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); o deputado Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária; e João Martins da Silva Junior, presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Para garantir a pluralidade de opiniões no debate, os senadores aprovaram o requerimento do presidente da CMA, senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que convida Britaldo Soares Filho, professor do Departamento de Cartografia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Luís Fernando Guedes Pinto, Pesquisador do Imaflora, responsável pelo Atlas da Agropecuária; Eduardo Assad, pesquisador da Embrapa; e Warwick Manfrinato, pesquisador da Universidade de São Paulo (USP).

Aquecimento
Outra requerimento aprovado convoca audiência pública conjunta com a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) para discutir questões relacionadas às mudanças climáticas e ao aquecimento global.

Na opinião de Contarato, também é preciso garantir o contraditório naquela discussão, já que a justificativa da CRE para promover o debate fala em inexistência de conclusões definitivas do envolvimento do homem no aumento da temperatura do planeta e em manipulação e falsificação de dados e resultados de pesquisa, colocando em xeque o trabalho de diversos estudiosos.

Assim, a CMA resolveu convidar para o debate: Luiz Gylvan Meira Filho, doutor em astro-geofísica pela University of Colorado, Estados Unidos; Paulo Artaxo, doutor em física atmosférica pela Universidade de São Paulo e membro do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas); Carlos Nobre, doutor em meteorologia pelo Massachusetts Institute of Technology; Mercedes Bustamante, doutora em geobotânica pela Universitat Trier, Alemanha; e Gustavo Luedemann, doutor em ecofisiologia vegetal, pela Universidade Técnica de Munique e pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

O presidente da CMA combinará, em conjunto com Nelsinho Trad (PSD-MS), presidente da CRE, as datas e a sistemática do debate, se em uma reunião com várias mesas ou em duas reuniões distintas.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d bloggers like this: